Social Icons

quinta-feira, 26 de março de 2015

FF Type-0 Vs. FF XIII: Construindo uma teoria


Fala galera!

Nossa, faz tempo que não paro pra escrever nada por aqui, e dessa vez a desculpa nem foi falta de tempo, mas sim falta de assunto e falta de coragem, hahah... Mas, finalmente um assunto me motivou a escrever esse post, talvez seja apenas uma viagem da minha cabeça, talvez não, por isso que quero saber a opinião de vocês! Quem ainda não conhece a história de FFXIII e do Type-0 e não quer pegar spoilers, recomendo fortemente que não leia, mas se vc não liga pra isso, ou já conhece a história, bora teorizar junto, hahah...



Bom, o Final Fantasy Type-0 é um jogo bem antigo, foi feito originalmente para o PSP em 2011, mas voltou a ficar em foco recentemente com o lançamento da tradução em Inglês da versão do PSP, que eu comentei aqui e da versão em HD lançada para o PS4 e Xbox One na semana passada, versão essa que veio também com o Episode Duscae, a demo do Final Fantasy XV, vulgo Versus, vulgo Urban Legend e etc. O Mateus comentou sobre a demo também aqui, na semana passada.



Para quem não se lembra, esses dois jogos (FFXV e o Type-0) junto com o Final Fantasy XIII compuseram no passado a Fabula Nova Crystallis (como mostrado nessa imagem bunitcha aí em cima), naquela época (me senti velho agora) o Type-0 ainda se chamava Final Fantasy Agito XIII e o XV ainda se chamava Final Fantasy Versus XIII e, de alguma forma a mitologia por trás desses 3 jogos está relacionada e, pelo que ando percebendo, as histórias também.

Não posso falar muito do FFXV porque não joguei o Episode Duscae e não estou acompanhando muito as notícias sobre o jogo, mas acredito que posso falar com propriedade sobre o XIII e sobre o Type-0, que retomei a jogatina, no PSP mesmo, depois que os amigos começaram a jogar no PS4. Estávamos conversando sobre algumas coisas que existem nas duas sagas e a semelhança e diferenças que existem entre esses elementos.

No começo do ano passado, após o lançamento do Lightning Returns eu fiz um texto explicando a história dos jogos, desde o FFXIII até o final do Lightning Returns, tentando colocar todos os pingos nos "I"s dessa história pra lá de enrolada. Eu vou listar aqui alguns pontos que são importantes para entender aonde eu quero chegar com tudo isso:

1- L'Cies

Os L'Cies são elementos presentes nas duas histórias, logo no início do Final Fantasy XIII somos apresentados aos protagonistas dos jogos que são transformados em L'Cie pelo fal'Cie Phoenix , com o foco de destruir Cocoon. No FF Type-0 não é diferente, também existem L'Cies que por sua vez também tem que desempenhar um foco e, uma vez completo esse foco eles também entram em sono de cristal por toda a "eternidade". A diferença é que no Type-0 esses personagens são secundários e possuem um poder infinitamente maior que os L'Cies do Final Fantasy XIII, um embate entre dois L'Cies no Type-0 pode devastar uma cidade em questão de segundos, enquanto no XIII os L'Cies vão desenvolvendo suas habilidades aos poucos e, eu pelo menos não me lembro de ter esbarrado com nenhum nem de perto tão Overpower quanto os L'Cies do Type-0.

2- fal-Cies


No Type-0 não temos fal'Cies como os da saga XIII, que possuem uma função específica, que tramam planos para destruir um ao outro. No Type-0 essas pseudo-divindade se apresentam como cristais. O mundo é dividido em quatro nações e cada uma delas é comandada por um cristal, que dá uma habilidade especial para os habitantes daquela nação e escolhe os L'Cies que deverão resolver os seus focos. Até o momento eu ainda não consegui entender se esses cristais se comunicam de alguma forma com as pessoas, embora acredite fortemente que eles se comunicam sim e influenciam de alguma forma as ações dos dirigentes de cada nação.

----------

Esses são os dois principais pontos que precisamos comparar para chegar ao ponto que eu quero chegar, quem jogou o Lightning Returns e/ou leu o meu post sabe que, nesse episódio em particular da saga XIII temos a maior influência das divindades e que o senhor Bhunivelze, aka The Maker, ressurge e promete para a Lightning que se ela salvar almas suficientes para levar ao novo mundo em 13 dias, que ele lhe dará a alma de sua irmã Serah de volta, que poderá renascer nesse mundo... Com o decorrer da história descobrimos que o preço que eles pagariam por esse novo mundo seria esquecer todos aqueles que morreram antes de Lightning e foram consumidos pelo Chaos....

E o que tudo isso te lembra? Sim, isso mesmo, o mundo do Type-0, onde as pessoas que morrem são completamente esquecidas por aqueles que vivem, eles até se lembram coisas como o nome, até podem se lembrar que eram amigos da pessoa, mas não tem memórias sobre o que faziam juntos, sobre o que conversavam, o que sentiam, esse tipo de coisa... O que me leva exatamente ao ponto em que eu quero chegar:

"SERIA O MUNDO DE TYPE-0 UM UNIVERSO PARALELO ONDE O PLANO DE BHUNIVELZE DEU CERTO E AS PESSOAS ESTÃO FADADAS À ESQUECEREM TUDO SOBRE OS SEUS ENTES QUERIDOS?"


Eu me baseio nisso ao ver os elementos em comum que eu citei e principalmente pelo fato das pessoas esquecerem os mortos... Outra coisa interessante é que, na saga XIII as almas dos que morriam iam para o Chaos e no Type-0 as almas viram Phantoma, que funciona como energia para realizar magias pelos alunos da academia... Eu li uma vez, não me lembro ao certo aonde, que em algum ponto do Type-0 Cocoon e Pulse são citados, o que me leva mais ainda a crer que há uma forte relação entre as duas histórias...

E vocês, o que acham a respeito disso?

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante!

Você é muito bem vindo para comentar no nosso blog, contudo, pedimos que respeite os demais usuários e não utilizem palavras de baixo calão!

Obrigado,
Equipe Games com Limão!

 

Seguidores